Os benefícios do abraço para a saúde

12-coracao-bA frase famosa da psicoterapeuta norte-americana Virginia Satir “Precisamos de 4 abraços por dia para sobreviver. Precisamos de 8 abraços por dia para nos manter. Precisamos de 12 abraços por dia para crescer.”  resume bem a importância de um abraço.

Quando damos um abraço e somos abraçados em troca, temos uma sensação de bem- estar e satisfação. Além deste sentimento de felicidade repentina e de oferecer conforto a alguém, os abraços oferecem vários outros benefícios para a saúde física e mental.

BENEFICIO MENTAL

Ao abraçar o corpo libera ocitocina (hormônio do amor e da felicidade) que aumenta os sentimentos de apego, conexão, confiança e intimidade e ajuda a curar a solidão, o isolamento e até mesmo a raiva. Um abraço estimula ainda a liberação de dopamina (hormônio do prazer) e a serotonina (hormônio do bem-estar), que está associado ao bom humor.

Um abraço também é capaz de fortalecer o sistema imunológico – a leve pressão no peito e a descarga emocional ativam sistemas que contribuem para a manutenção de altos níveis de imunidade.

BENEFICIO FISICO

Estudos comprovam que o abraço diminui o risco de doenças cardíacas, reduz a pressão sanguínea, os batimentos cardíacos e os níveis de cortisol (hormônio do estresse). Abraçar alguém relaxa os músculos, ajudando a liberar e diminuir a tensão no corpo, deixando-nos mais calmos e relaxados.

A troca de energia que ocorre durante um abraço ajuda a criar empatia e compreensão. Em um relacionamento conjugal, por exemplo, pode fortalecer e adquirir níveis mais profundos, uma vez que relacionamentos positivos são fundamentais para trazer felicidade a todas as áreas de nossas vidas.

Vale lembrar que meditar, dar risada e abraçar são três atividades que ajudam a relaxar e a estar completamente no momento presente, além disso ajudam a esquecer dos problemas diários. Um contato próximo, mesmo que seja rápido, pode trazer um sorriso e um pouco de luz a um dia triste!